domingo, 30 de janeiro de 2011

NonSense (#20) - Livros interativos, Aventuras Solo, Enrola e Desenrola, etc.

Olá champz, estou de volta da terra do sol rachante para a terra do sol-não-tão-rachante assim, estive um longo tempo longe do blog, mas estou de volta para a infelicidade de todos, mas bem, explicações, o cast está desaparecido não que vocês estejam sentindo falta
pois um certo editor nosso, chamemos ele de Jeca Pateta, teve uns problemas na vida e se desiludiu e estamos sem um editor, logo o cast está em standby até acharmos alguém disposto a editar essa bagaça.



Mas bem, vamos ao que não interessa, meu post da vez é sobre livros interativos, Aventuras Solo ou Enrola e desenrola, são livros que te dão opções de coisas para fazer e interagem com o leitor usando ele como personagem, é a base dos RPGs por isso também é conhecido como aventura solo. Não sei qual a definição definitiva usada para isso pois conheci esse gênero a mto tempo. Também tem os livros da série "Salve-se quem puder" que trazem atividades em suas páginas como achar alguma coisa ou completar um labirinto, mas n me sinto mto atraido a ler esse tipo de livro.



Senti vontade de escrever esse post pois eu estava fuçando por aí e li algo sobre isso não me lembro onde, foi qdo tive uma lembrança de minha antiga escola, estava eu na escola q n citarei nome pois n recebo nada por isso em meados de 2005,andando pela biblioteca algum dia vejo um livro cujo o nome n me lembro agora mas que tinha uma múmia na capa, acho q era "A maldição da Múmia" ou algo do tipo, interessado abro o livro e dou uma folheada básica, acho estranho pra começo de conversa, um livro com espaços brancos em fins de páginas e páginas com 3 linhas de texto enquanto outras tinham a página inteira completa.


O sinal do recreio toca, anunciando o fim do intervalo e eu alugo o livro e vou feliz para minha aula de matemática, rogério, um professor maneiro, ele n dava aula exatamente, ele falava pra fazer o que quisesse na aula desde q n conversasse, levei o livro e começei a ler. O livro começava com informações sobre um personagem, mas as informações estavam em 2ª pessoa, incitando como se eu fosse o personagem mas ele modificasse minha personalidade (que fique claro que naquela época eu ainda n conhecia o RPG e n sabia nada sobre isso). Passei para a página seguinte, ela dava instruções de localidades de onde meu personagem estava, e no fim da página sempre havia opções:

"
Se vc quer explorar a pirâmide vá para a página XXX

Se vc quer voltar pra casa e assistir TV vá para a página YYY

"

Onde XXX é uma variavel de 000 a 198 (numero de páginas maximas do livro baseada num chute), e YYY também uma váriavel de 000 a 198 diferente de XXX.

Achei interessante e a principio segui as instruções, só que sempre acabava morrendo, ou chegando num beco sem saída, então cansei e devolvi o livro para a biblioteca com um leve trauma.


E agora que eu lembrei disse estou com vontade de "jogar" outro livro desses na falta do resto do grupo do RPG incluindo o mestre, e achei uma série que aparentemente é interessante, a série "Sorcery!" de Steve Jackson, bom estou baixando e fica a dica que livros desse tipo são mto interessantes.





Até mais, e n garanto nada que voltarei aqui tão cedo.

3 comentários:

The_Slim disse...

Se é do tio Steve eu to afim de ler, o cara eh um monstro!!! Vide Munchikin

V. disse...

kkkk, ah eh né? nem lembrava q tinha sido ele q criou o munchkin, n jogo a mto tempo.

Henrique disse...

Quem tiver curiosidade sobre este tipo de livro, pode ver neste vídeo
http://youtu.be/xbZVE8zjguc